FESTA DE PERFUMES

É uma festa de perfumes o jardim!
Bailam, no ar,
o odor das margaridas e dos cravos
e o aroma embriagador das rosas rubras.
Saracoteiam pétalas ao vento!
Da taça purpúrea do poente
o vinho de ouro do sol
transborda,
embriagando as flores da alameda...

E, dentro da tarde clara,
na festa de perfumes do jardim,
eu penso em ti,
minha boneca de rosa e de marfim,
no olor macio de teus lábios puros,
no cheiro sedutor de tuas mãos,
no doido aroma de teus selos brancos,
na festa de perfumes do teu corpo!