O HOMEM QUE HÁ DE VIR

Rabindranath,
você conhece a minha terra?
É o pedaço mais ardente do Brasil.
Parece uma fornalha crepitando
no coração da América!
Os heróis do Paraguai,
os guerreiros indômitos do Acre,
os apóstolos mais puros da Abolição
saíram daqui, Rabindranath,
da minha terra,
do Ceará!

Tagore:
Eu sei o que você profetizou
sobre o destino da América do Sul:
você disse, Rabindranath,
que vai aparecer no Novo Continente,
nesses dez anos, talvez,
um homem extraordinário
- que assombrará o mundo!
Pois bem,
eu, que sou filho desta terra - fornalha,
onde se nasce lutando -
e onde se morre a lutar,
eu vou, Rabindranath,
profetizar também:
este homem extraordinário, que você sonha,
há de trazer, no coração, o calor deste sol!
Cantará, no seu sangue,
a coragem bravia do meu povo!
Este homem - símbolo
(estou certo!)
sairá daqui, Rabindranath,
da minha terra,
do Ceará!