TRANSFIGURAÇÃO

A Amá

Minhas mãos estão cheias
               do perfume de tuas mãos.
Minha alma está toda impregnada
               do aroma de tua alma
Vives, numa ânsia incontida,
               nos meus nervos,
               nos meus sentidos,
               na minha vida.

Para o egoísmo do teu amor
não basta o sacrifício de mim mesmo.

Tua boca não pede, mas os teus olhos exigem
que o meu ser se torne uma lâmpada votiva,
queimando, eterna e viva,
no altar puríssimo do teu ser.
Sonhas, na tua exaltação sentimental,
dominar, feliz e única,
o país encantado do meu coração.
E eu me entrego,
para o holocausto sublime,
à tirania da tua adoração!

Acho tão doce e tão suave o sacrifício...

Não é aniquilamento - transfiguração!