ÁRVORE DE NATAL

Ah! teu Amor é uma árvore florida:
- Árvore de Natal, cheia de prendas,
cuja fronde vivaz ao sol desvendas,
como um perfeito símbolo da Vida.

Colho, no entanto, de alma dolorida,
a mais pura, talvez, das oferendas,
para que assim o espírito me entendas:
- Aquela pobre lágrima, querida. . .

Ainda te lembras? Pois eu nunca o esqueço.
Foi ela a jóia de mais alto preço,
porque as outras, decerto, passarão...

Veio do coração! Jóia divina!
E hoje vive em meu ser, tão pequenina,
acendendo clarões de perfeição!