LEGENDA

Eu sou o poeta do Ritmo e da Alegria!

Quero que a vida seja um cântico triunfal
ou uma eterna e esplêndida subida
- e o Sonho o cristal onde se espelhe
a face policrômica da vida...

Trago, encarcerado nos olhos,
o sol da minha terra.
Ouço a harmonia ignota das coisas,
todo o meu ser em músicas se encerra...

Vou assim pela vida, como um bandeirante,
envolto num mistério atro e divino,
levando, na pupila fulgurante,
a legenda de luz do meu destino.