DANÇA DA LUA

Lua cheia, a face pálida,
passeias no céu risonho.
Se fosses espelho mágico,
refletirias meu sonho.

És um planeta sonâmbulo
e só amor tu inspiras:
de teus raios desce um cântico
que acorda todas as liras...

Despes o manto aurifúlgido
de brilhos finos e tersos
e de teu seio amplo e lúcido
flui leite, em forma de versos.

Sobre opalas e topázios,
ó Salomé nua e fria,
danças a dança fantástica
dos sete véus da Poesia...