TESTAMENTO

Legarei aos pássaros,
que foram meus professores de poética,
às flores,
que me deram lições de renúncia e doação,
à água,
que me ensinou a ser simples, sendo sonora,
ao sol, ao mar, ao vento, à montanha e às estrelas,
onde busquei inspiração e ritmo,
— tudo o que há em mim, como seu reflexo,
devolvendo a poesia que me deram
em luz,
em cor,
em música,
em perfume...

Se a sorvi da natureza,
hei de deixá la em tudo que me envolve,
para que minha lembrança permaneça
no poema que não foi escrito,
mas ficou
vibrando
no tempo.