DESTINO

Às vezes, pensamos que ninguém se apercebe de nós,
que vamos no meio dos outros,
sem rumo, sem endereço,
como um seixo qualquer...

Todos passamos pelo filtro eterno.

Quando mais esquecidos andamos de nós mesmos,
eis que a mão de Alguém se ergue sobre o nosso caminho
e nos aponta entre os passantes,
e nos distingue em meio à turba
e nos segue através da multidão...